beleza   / Maquiagem

Salão de beleza terá que pagar indenização para noiva após fazer 'maquiagem ruim'

A cliente ganhou a ação judicial depois que afirmar que seu rosto ficou esbranquiçado após a maquiagem

Manequim Publicado segunda 6 julho, 2020

A cliente ganhou a ação judicial depois que afirmar que seu rosto ficou esbranquiçado após a maquiagem
A noiva alegou que a maquiagem deixou aspecto esbranquiçado em seu rosto - Pixabay

Imagina se a moda pega?

Um salão de beleza recebeu uma ação judicial movida por uma cliente que não ficou satisfeita com o resultado de sua maquiagem no dia de seu casamento. 

A noiva, que é operadora de caixa, entrou na justiça e ganhou a ação depois que foi a um salão do bairro para fazer a maquiagem de seu casamento. Após ver as fotos do casório ela se disse insatisfeita e pediu uma indenização de R$ 3,5 mil por danos morais. 

+ VEJA TAMBÉM: Incrível! Maquiadora se transforma em celebridades com maquiagem e viraliza nas redes sociais

"Desapontada, triste e angustiada com o resultado, em um momento que deveria ser só de alegrias e comemorações", disse ela. 

Na ação, a noiva contou que pagou R$ 50 pelo serviço, mas segundo ela, a maquiadora deixou sua pele esbranquiçada nas fotos, ou seja, os produtos utilizados na pele da cliente estouraram no flash da câmera.

Alguns pós e bases não combinam com flash, no entanto, o mercado de cosméticos já reconheceu o problema e investiu em produtos específicos para ocasiões nas quais flashs de câmeras fotográficas serão utilizadas. 

Ao questionar o salão, a noiva recebeu uma resposta que não a agradou: "Não podemos fazer nada". 

Em sua defesa, o salão afirmou que a noiva apareceu com o rosto esbanquiçado nas fotos por conta da iluminação do local e afirmou que o fotógrafo poderia ter feito edições nas imagens, porém os agumentos não foram aceitos pela justiça e estabelecimento terá que pagar a indenização. 
 

Último acesso: 15 Aug 2020 - 10:13:44 (1042955).